Prémio João XXI 2018 entregue a Bernard Ars

O Prémio Internacional de Bioética e Deontologia Médica João XXI 2018, iniciativa promovida pela AMCP, foi entregue a Bernard Ars, médico-cirurgião, especialista em Otorrinolaringologia e em cirurgia cervico-facial, também na área da readaptação funcional e profissional de pessoas portadoras de deficiência.

Com mais de duzentos artigos e cerca de duas dezanas de livros publicados, este médico belga e professor universitário, é ainda membro fundador do Instituto Europeu de Ética e conhecido também por participar em várias missões humanitárias internacionais.

A sessão protocolar decorreu no 25.º Congresso Internacional da Federação Internacional das Associações de Médicos Católicos (FIAMC), em Zagreb, na Croácia.

A apresentação do prémio internacional e o anúncio do galardoado estiveram a cargo de Alexandre Laureano Santos, antigo presidente nacional da AMCP e secretário-geral da Federação Europeia das Associações de Médicos Católicos.

A medalha e certificado do Prémio João XXI foram entregue a Bernard Ars por Margarida Neto, membro da atual direção nacional e presidente do Núcleo de Lisboa da AMCP, em representação do atual presidente da AMCP, Pedro Afonso.

Instituído em 1951 pela AMCP, o Prémio Internacional de Bioética e Deontologioa Médica visa dar relevo a profissionais da Medicina que se destacam no estudo e investigação nas áreas da Bioética e da Deontologia Médica, em diferentes países, com trabalhos apresentados e/ou publicados nesses domínios.

Além desse propósito de prestar reconhecimento público a um médico investigador, o Prémio Internacional João XXI pretende também homenagear de modo especial o Papa João XXI.

Português, João XXI – Pedro Hispano – foi médico, teólogo, matemático e professor nestas áreas. Foi Papa entre setembro 1276 até à data da sua morte, maio de 1277.

(TENHO 3 FOTOS)